Início > Pessoal > Conversa de bar

Conversa de bar

Por Jacques

conversa-de-bar

Em uma sexta-feira à noite, em um bar lotado em Manhatan, Dr. Manhatan está sentado em um a canto com algumas cadeiras vazias ao redor dele; nisso, entra no bar o Superman e se dirige até ele.
– Boa noite, Dr. Manhatan! Posso me sentar ao seu lado?
– Boa noite, Clark Kent! Sim, você pode se sentar; mas por que está de uniforme em um bar comum e normal? Aqui não é Astro City!
Meio sem graça, Superman se senta.
– Estou de uniforme porque ficaria estranho Clark Kent voando calmamente por aí e como eu deixei de ser novidade há décadas, ninguém mais liga para meu uniforme… Mas como sabe que eu sou Clark Kent?
– Sei porque acabou de me contar, oras!
– Mas você já sabia antes de eu contar…
– Sim! Eu sabia que você me contaria!
– Mas eu só contei porque você já sabia… Argh! Isto está ficando mais complicado do que clip da Bjork roteirizado pelo Grant Morrisson… É difícil conversar com você, sabia?
– Sim! Eu sabia!
– Aaahhh! Desisto! Mas por que você está aqui Dr., neste bar comum lotado de pessoas comuns? Se me disser que está aqui porque sabia que tinha de estar aqui, eu vou embora agora mesmo!
– Bem… Além de eu estar aqui pelo motivo que acabou de citar, também estou aqui pela batida de limão daqui, que é a melhor do universo, pode acreditar! Mas e você, o que faz aqui em Manhatan?
– Vim investigar algumas mortes por ataque cardíaco que podem ter sido causadas por algum super vilão…
– E ele tem algum desses nomes estapafúrdios como cardiacator ou cardiakiller?
– Eu ainda não sei… As mortes ocorreram a poucas quadras daqui, eu estava procurando umas pistas quando ouvi um batimento cardíaco que se assemelhava a mil buracos negros se chocando e vim ver aquém ele pertencia…
– E de quem era esse batimento cardíaco tão singular?
– Seu! Ora essa, você não sabia?
– Não… Eu não tenho superaudição… Quer dizer… Acho que não tenho… Eu tenho tantos poderes que para poder me lembrar de todos eu fiz uma lista, que disponibilizei em meu blog.
– Hmm… Então você tem um blog! Para quê?
– Para passar o tempo, afinal, eu tenho todo o tempo do mundo, literalmente… Mas fiquei um pouco desiludido com a holonet depois que…
– Perdão Dr., mas você quis dizer a Internet, não?
-Ah! Sim! Ainda chamam de Internet… Pois é… Fiquei um pouco irritado depois que copiaram do meu blog um vídeo que eu fiz mostrando dois planetas se chocando…
– Planetas estes desabitados, não?
– Eu nem notei…
– Você… Não notou?
– Eu tinha de ajustar o foco da câmera e direcionar a trajetória dos planetas ao mesmo tempo… Não tive tempo para reparar em detalhes irrelevantes!
– Que dizer que você pode ter condenado bilhões de seres conscientes à morte apenas para postar um vídeo e posar de bonzão?
Hmm… É… Mais ou menos isso…
– Nunca pensou em se tornar presidente dos Estados Unidos? Talento para isso você tem…
– Ah! Não, não! Ter de seguir todas aquelas regras e protocolos deve ser um inferno…
– Inferno é ter de conviver com a mesma namorada há décadas, isso sim!
– Se está dizendo… Mas não posso opinar quanto a isso, já que meu último relacionamento não deu muito certo…
– É, eu sei… Tua mulher te trocou por um nerd quarentão barrigudo e lamuriento…
– Aconteceu por que…
– Tinha de acontecer! É a sua desculpa para tudo, Dr.?
– Não é desculpa! Eu digo isso porque tinha de dizer!
– Nossa! Você justifica seu erro com o próprio erro… Bom saber que ainda guarda algumas características humanas, como a teimosia…
– Não tenho mais necessidade de sentir sentimentos humanos fúteis e aleatórios, Clark!
– Deve ser por isso que está sozinho em um bar lotado em uma sexta á noite, acertei?
– Errou feio, superenxerido! Estou sozinho porque os últimos humanos que se sentaram na mesma mesa que eu foram desintegrados por mim, então ninguém quer mais se arriscar…
– Você… Fez mesmo isso?
– Brincadeira! Claro que não! Eu só os teleportei para algumas quadras daqui…
– Então porque todos acham que você os desintegrou?
– Porque eles morreram de ataque cardíaco com o choque do teleporte…
– E você não sabia que isso iria acontecer?
– Bem… Eu suspeitei… Mas morrer de ataque cardíaco foi bem mais humano do que morrer do jeito que eles iriam morrer!
– E você sabia como eles iriam morrer?
– Sim, eu sabia!
– E como seria?
– Eles seriam desintegrados por mim!
– E porque você faria isso?
– Porque iria me dar vontade de fazer!
– E porque simplesmente não contava a eles o que iria fazer para que eles fossem embora?
– Porque se eu fizesse isso, provocaria uma descontinuidade no espaço-tempo ao fazer com que impedissem suas próprias mortes, e além do mais, eles não me perguntaram!
– Mas você os matou antes que chegasse a hora deles morrerem!
– Ah… É… Eu não tinha pensado nisso… Vamos deixar isso só entre a gente, certo, amigão?
– Me desculpe, mas não sou amigo de quem desintegra inocentes!
– Um deles era deputado distrital, o outro era advogado e o outro vendedor de carros usados… O termo “inocente” é no mínimo discutível… E eu não desintegrei, só teleportei!
– Espere um pouco… Ataques cardíacos sem explicação aparente… É… É você o supervilão?
– O quê? Eu? Era só que me faltava… Já chegam os chatos da holonet me perguntando quando saí Watchmen II…
– Sim! É você… Você desintegra pessoas e planetas, é metido a sebo, é calculista, se veste mal e ainda por cima…
– O que é, superchato?
– É careca! Bem, não se pode culpá-lo por isso, afinal, originalidade não é a marca registrada dos supervilões!
– E daí que sou careca? Só porque o seu principal inimigo é careca todo mundo que é careca também é mau? O Ajax, por exemplo, também é careca e vem combatendo o mal ao seu lado faz tempo… Ou…
– Ou o quê?
– Ou isso é o que ele quer que você pense!
– É… Alien safado… Quer dizer… Não! Você está tentando me jogar contra meus amigos, e isso é coisa de supervilão!
– Tudo bem, tudo bem… Você me pegou… E agora que descobriu meus planos, o que pretende fazer?
– Planos? Mas… Que planos?
– Bem… Você leu Watchmen, não leu?
– Li, sim… Eu precisava fazer uma matéria para o Clarim Diário… E eu não entendi bulhufas, mas li…
– Você quis dizer Planeta Diário, não?
– Isso! Eu me confunda às vezes…
– Bem, se você leu Watchmen sabe que eu posso criar quantas cópias de mim mesmo quando eu quiser…
– Sim, essa parte eu entendi… Isso deve ser bem útil em dias de reunião de condomínio…
– Sim, eu sei disso… Mas some isso à minha capacidade de teleporte mais o meu poder de desintegrar o que estiver à minha frente e temos…
– Temos…
– Ataques simultâneos a todos os governos do mundo, supermané! Isso enquanto você está investigando mortes irrelevantes e jogando conversa fora!
– Ah! São esses os seus planos? Sem chance… Eu ouviria o caos mundial com a minha superaudição…
– Ahá! E como sabe que eu não tenho uma máquina escondida em algum lugar do planeta, quer dizer, do universo, quer dizer, do multiverso, para bloquear sua superaudição e seus outros poderes?
– Ah! Você… Faria isso?
– Não! Eu fiz isso! Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!
– Eu sabia! Sabia! Só verdadeiros supervilões revelam seus planos e gargalham desse jeito! Eu vou encontrar a sua máquina bloqueadora de poderes, destruí-la, voltar aqui e enchê-lo de socos, e se isso não adiantar nada, eu chamo o Batman! Até mais!
E dizendo isso, Super-Homem sai voando rapidamente do bar.
Com uma expressão de satisfação no rosto, Dr. Manhatan pensa:
– Caramba, a burrice desse cara é tão grande que poderia sobrecarregar o Google Earth… Se eu quisesse tirá-lo do caminho para governar esse planeta enfadonho eu simplesmente o desintegraria junto com o resto da turma de mal vestidos auto-intitulados de “super heróis’… Mas enquanto ele procura por uma máquina que não existe, eu posso lidar com vilões bregas e invasões alienígenas quinzenais sem colocar inocentes em risco… Acho que Clark Kent vai me divertir por algumas décadas… E o mané nem provou a batida de limão!
E, com um leve sorriso, o Dr. comenta para si mesmo:
– Cardiakiller… Hmmm… Parece ser um bom nome…

Texto de Jacques F. Beduhn

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. 17/07/2012 às 08:21

O que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: