Início > Artes > Contos Fantásticos

Contos Fantásticos

Por Rafael

Contos Fantástico de Guy de Maupassant, da L&PM Pocket, traduzido e selecionado por José Thomaz Brum, é um excelente apanhado de contos de um dos melhores escritores de contos da história. Henry René Albert Guy de Maupassant, nascido em Fécamp, noroeste da França, em 1850 e deixou um legado de mais de 300 contos, antes de morrer, aos 42 anos, num manicômio em Paris, após tentar suicídio, devido às perturbações provocadas pela sífilis (será que elas ajudaram na escrita dos contos?).

O livro conta com os contos O Lobo, Magnetismo, O Medo, Aparição, A Mãe dos Monstros, Carta de um Louco, Um Caso de Divórcio, O Horla (v. 1), O Horla (v. 2), A Morta e O Homem de Marte.

Maupassant era um naturalista e seus contos trabalhavam com questões psicológicas que afloravam na França no século XIX. Grande parte das histórias lidam com o desconhecido e o invisível. Histórias envolvendo espíritos e desencarnados e sua influência no mundo dos vivos, chamada pelo autor de “magnetismo” são constantes nas histórias. Casos que mostram dúvida sobre acontecimentos fantásticos, beirando a loucura ou a realidade quase impossível também são temas de Maupassant.

E esse terror confuso do sobrenatural que habita o homem desde o nascimento do mundo é legítimo, pois não é outra coisa senão aquilo que nos permanece oculto.

Maupassant, em Carta de um Louco.

Talvez o mais famoso de seus contos, O Horla, vem em duas versões. A primeira versão(o melhor conto, na minha opinião) é narrada por um paciente a 3 médicos, contando casos de uma espécie de assombração por ele vivida. Na segunda versão, o mesmo conto é narrado como se essa pessoa escrevesse os acontecimentos em um diário, expondo datas e sensações a cada acontecimento. Horla é o nome que o narrador resolve chamar a criatura que o assombra. A palavra não existe na língua francesa, mas há hipóteses de que seja apenas uma criação fonética de Maupassant, ou um trocadilho com a expressão Hors-là, como “o do Além”, “o de Lá”.

Alguns contos podem ser lidos no Projeto Gutenberg em francês ou inglês.

Anúncios
  1. 30/01/2010 às 12:35

    Fantástico o blog de vocês!!!

    Vou tentar ler sempre!

    Estou linkando lá no Covil! Apareçam por lá também!!!

  2. 31/03/2010 às 22:32

    Eu gostaria de te convidar a entrar no meu blog!
    De a sua opinião sobre o meu novo conto que se chama she´ol http://gabpattz.wordpress.com/

  1. No trackbacks yet.

O que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: