Início > Ciências > Equinócio em Saturno

Equinócio em Saturno

Por Rafael

Sempre achei Saturno o planeta mais legal do sistema solar (por motivos óbvios). No site da NASA tem algumas fotos da missão Equinox, que consta com o satélite Cassini para fotografar Saturno, a 1,5 bilhões de kilômetros da Terra. Durante seu equinócio, a luz e as sombras nos seus anéis revelam inúmeros fenômenos, alguns vistos nas imagens abaixo. Cassini está programado para orbitar Saturno até 2017, quando começa uma entrada suicida em meio a seus anéis, quando se chocará com o planeta em 15 de setembro de 2017.

A 20º acima do plano dos anéis, a câmera panorâmica de Cassini fotografa com exposição 75, revelando Saturno, seus anéis e algumas luas, um dia e meio após o exato equinócio de Saturno, quando o plano dos anéis está alinhado com o plano equatorial do planeta. A foto foi tirada em 12 de agosto de 2009 à uma distância de aproximadamente 847000 km de Saturno. (NASA/JPL/Space Science Institute)

Cassini capturou essa imagem da lua Titã, vagamente iluminada, quando eclipsada pos Saturno em 7 de maio de 2009. O terreno iluminado visto aqui é da face de Titan voltada a Saturno. Na sombra de Saturno, no hemisfério sul de Titan, a iluminação se dá graças aos raios do Sol dispersos pelos anéis e pela luz do Sol refratada ao cruzar atmosfera da borda de Saturno. As estrelas nessa imagem estão borradas devido à longa exposição da câmera de 560 segundo, ajustada para capturar a fraca imagem de Titan. (NASA/JPL/Space Science Institute)

Esta série de imagens de Janus, um das luas menores do Saturno, mostra faixas de luz e sombra passando em sua face. Janus está sob a sombra dos anéis de saturnos e é, por vezes, iluminada por raios de sol que conseguem atravessar os anéis. Fotos tiradas em 27 de agosto de 2009. (NASA/JPL/Space Science Institute)

A lua Prometheus e a perturbação por ela provocada próxima do anel de F de Saturno. Prometheus frequentemente roça o anel F, espalhando detritos do material que compõe o anel. A foto foi tirada à luz visível, à uma distância de 950000 km de Saturno. (NASA/JPL/Space Science Institute)

Cassini foca uma saliente cratera na lua Janus. A foto foi tirada a uma distância de aproximadamente 98000 km de Janus. (NASA/JPL/Space Science Institute)

Os raios do Sol difratam em diversas direções compondo essa imagem de Saturno e seus anéis. Essa imagem é da parte iluminada (norte) dos anéis e, no topo da imagem, o lado escuro de Saturno. A luz refletida da parte iluminada dos anéis ilumina o hemisfério sul do planeta. A sombra do planeta corta a iluminação dos anéis, mas a luz refletida pelo hemisfério sul de Saturno ilumina o anel C, tornando-o visível. (NASA/JPL/Space Science Institute)

Uma vista da superfície cheia de crateras, da lua Tethys, tirada em 14 de outubro de 2009. (NASA/JPL/Space Science Institute)

Sombras dentadas são projetadas por estruturas lançadas verticalmente pela lua Daphnis que atravessa os anéis de Saturno. A lua (ponto brilhante entre os anéis) tem uma órbita inclinada e sua força gravitacional perturba a órbita das partículas do anel A, formando a Lacuna de Kepper, esculpindo ondas de partículas. Essa cena só é possível de ser vista poucos meses antes e depois do equinócio de Saturno, que ocorre a cada 15 anos terrestres. A imagem foi capturada com luz visível por Cassini em 26 de junho de 2009, numa distância aproximada de 823000 km de Daphnis. (NASA/JPL/Space Science Institute)

Outra vista das ondas nas bordas da Lacuna de Keeler no anel A de Saturno, criadas pela lua Daphnis. Imagem obtida em 11 de julho de 2009, à uma distância aproximada de 496000 km de Daphnis. (NASA/JPL/Space Science Institute)

Uma visão aproximada da superfície da maior lua de Saturno, Rhea, tirada por Cassini em 13 de outubro de 2009. (NASA/JPL/Space Science Institute)

A gravidade da irregular Prometheus frequentemente causa ondas esparsas no anel F. Essa foto tirada a 9º acima do plano dos anéis é do lado não iluminado, porém foi feita à luz visível por Cassini em 26 de maio de 2009 à aproximadamente 922000 km de Saturno. (NASA/JPL/Space Science Institute)

Uma sombra lunar incomum cruza os anéis de Saturno. A sombra parece "pular" algumas bandas dos anéis. Luz solar refletida e a variação de transparência dos anéis são responsáveis pela estranha sombra. (NASA/JPL/Space Science Institute)

Duas fontes de luz iluminam a superfície da lua geologicamente ativa Enceladus. Do lado direito, a luz do Sol ilumina o lado oposto a Saturno. Do lado direito a lua é iluminada pelos raios refletidos por Saturno. Imagem obtida em 26 de julho de 2009 a uma distância de 199000 km de Enceladus. (NASA/JPL/Space Science Institute)

A sombra da lua Mimas atravessa alguns anéis de Saturno. Fotos com filtros vermelho, verde e azul foram tiradas no equinócio, em agosto de 2009, para criar essa imagem. Cassini estava a cerca de 1,1 milhões de km de Saturno. (NASA/JPL/Space Science Institute)

Cassini capturou essa imagem de um pequeno objeto, na porção distal do anel B de Saturno, projetando uma sombra sobre os anéis, em 26 de julho, quando Saturno se aproximava do equinócio de agosto de 2009. (NASA/JPL/Space Science Institute)

Cassini captura o pólo norte de Titan, mostrando a noite e o dia, no hemisfério norte da maior lua de Saturno. A imagem foi obtida com filtros vermelho, verde e azul, a uma distância de 194000km da lua, em 6 de junho de 2009. Essa foto (clique para ampliar) tem uma escala de 11 km por pixel! (NASA/JPL/Space Science Institute)

Uma "pluma" de partículas de gelo que se desprendem da superfície da lua Enceladus são visíveis quando a luz do Sol as atravessa. Imagem tirada por Cassini em 13 de outubro de 2009. (NASA/JPL/Space Science Institute)

Uma grande sombra, da maior lua de Saturno, Titan, se projeta e escurece o planeta pouco após o equinócio em agosto de 2009. Saturno aparece muito claro por causa da longa exposição da fotografia. Os anéis de Saturno, que tem uma espessura variando de 10 a 100 metros, projetam uma fina sombra no planeta. Imagem tirada em 19 de agosto de 2009, a uma distância de 2,3 milhões de km de Saturno. (NASA/JPL/Space Science Institute)

A lua Tethys passa entre a sonda Cassini e e lua Titan nesta foto de 17 de outubro de 2009. (NASA/JPL/Space Science Institute)

Cassini se aproxima do anel B e revela uma estrutura irregular, resultado da aglutinação gravitacional das partículas. Essa imagem foi tirada pela grande-angular da Cassini em 10 de julho de 2009, a uma distância de 320000 km de Saturno. (NASA/JPL/Space Science Institute)

Essa animação (clique na imagem para assistir) do anel F de Saturno foi capturada em 10 de junho de 2009. As irregulares luas Prometheus (por dentro) e Pandora (por fora) passam, alternadamente, alinhando e perturbando a distribuição das partículas que compõem o anel. (NASA/JPL/Space Science Institute)

A sombra da lua Mimas se projeta dos anéis para o planeta nessa imagem capturada por Cassini em 30 de abril de 2009. A sombra de Mimas pode ser vista como um pequeno ponto abaixo da sombra dos anéis no planeta. A fotografia foi tirada com filtro vermelho, verde e azul, a uma distância de aproximadamente 1,4 milhões de km de Saturno. (NASA/JPL/Space Science Institute)

A grande lua Tethys é vista após os anéis de Saturno em 16 de outubro de 2009. Logo acima de Tethys, a parte mais longínqua dos anéis desaparece atrás do lado escuro de Saturno. (NASA/JPL/Space Science Institute)

Anúncios
  1. andreia
    29/11/2010 às 17:24

    Gosto muito de saturno ate ouvi dizer que ele transmitia sons ou musica.

    É verdade?

  2. jackeline de freitas rosa
    14/03/2011 às 20:53

    min

    has obeservaçoes do mundo da ciencia!!!!!!
    aciencai ela se baseia em fatos que podem ser reais ou nao
    para mim quese tudo e real os surgimento da terra e uma vista do cientista elas falam que a terra pode ou foi surgida noma explosao que causou de um masa que foi se juntando a cada minuto e cada hora que passa va quando ela se junto causou a nossa terra que dela surjiu os bichos com a mudança do tenpo o vrio o calor o mormasso aconteu que os bichos foi se formado aos paocos e foram aperveissoados com a umanidade os homanos e craro faolam que que o homem no surgimento da terra era um macaco mas quem dis isso para voce e mentira! pois o homem quando digo homem quero diser mulher tanbem voutando ao assunto o homem e bem diferente do macaco os macacos sao seres que sim fais coisas ate mais inteligente do que o homem mais para que o macaco e um bicho que sai da barriga da mae mamao e ate sao tratados com um bichinho novo de pelussiamas quanta desconsideraçao eles morrem e nao ligam a minima para quem morreu ou vai morrer tirando o assunto da terra ja esta bem claro os religiosos falam que deus criou a terra niguem tem provas de nada que agente dis baseando no que eu falo que e so um resumo do que os maravilhosos sinentista descobre nesse mundo!!!!!!!!!!!!!!!! agora falarei de saturno !!

  1. 18/06/2010 às 09:21

O que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: