Início > Artes > Horrores Maravilhosos 04

Horrores Maravilhosos 04

Com apenas uma semana de atraso chegamos ao quarto artigo da série Horrores Maravilhosos.

Os recém chegados podem conferir a parte 1, a parte 2 e a parte 3, clicando nos links inseridos muito inteligentemente nessa frase genial e revolucionária.

Aos milhões de leitores que se perguntaram o porquê de meu atraso e me enviaram inúmeros e-mails exigindo o retorno desse trabalho, só posso dizer…

Parem de me encher o saco!

Sei que vocês são apena fruto da minha imaginação e vocês não podem me ferir sem colocar sua própria sobrevivência em risco!

Isso mesmo! Você estão a minha mercê!!!!!

BUAHUAUAHUAHAUHAUHUAHUAHAUHAU!!!!

Qual era mesmo o assunto??

Há!

O astro dessa semana é N’Kantu, a múmia viva!

O personagem estreou nas páginas de Supernatural Thriller 05 em agosto de 1973, em uma história fechada e depois retornou da edição 07 até a 18.

O bandajoso foi criado pelo roteirista Steve Gerber e pelo desenhista Rich Buckler, mas a partir da edição 08 passou para respectivamente para as mãos de Tony Isabella e Val Mayerik.

Por que bandajoso?

Por causa das bandagens, ora bolas!

Ei! Foi engraçado na minha cabeça…

Eu acho…

Anyway.

De volta ao ponto, o N’Kantu teve aparições em outras histórias posteriormente, incluindo Guerra Civil e a minisérie Bloodstone com a gostosa da Lara Croft, quero dizer Elsa Bloodstone.

E não vamos esquecer que o múmia também foi parte dos Howling Commandos da Shield e atualmente faz bico coletando almas para o Anúbis. O cara é porrada!

A origem dele é simples, três mil anos atrás ele foi o chefe guerreiro da tribo Swarili na áfrica, até que a tribo foi escravizada pelos egípcios.

Tudo ia mal na vida do ex-chefe até que ficou ainda pior, depois de uma revolta bem sucedida e de ter matado até mesmo o faraó o N’Kantu cometeu a bobagem de atacar o feiticeiro da corte.

Crianças, nunca, JAMAIS ataquem um feiticeiro egípcio, eles têm o péssimo hábito de mumificar suas vítimas.

Resultado, depois de passar três milênios “vivendo” preso dentro de um sarcófago escuro o cara pirou, queimou o fusível legal.

Foi então que o efeito da droga que manteve o infeliz paralisado por todo esse tempo acabou e ele saiu tocando o terror nas ruas do Cairo.

Apesar da situação extrema ele rapidamente provou ser o cara mais macho da face da Terra superando o trauma e voltado ao seu juízo perfeito.

O N’Kantu é meio lerdo fisicamente, mas tem super força, super resistência e não precisa de coisinhas banais como comida, água e oxigênio.

Por hoje é só pessoal.

Ai está a Lara/Elsa, nem é apelativa XD

Anúncios
  1. 29/09/2011 às 07:45

    De todos os “monstros”, o pior é a múmia. Acho terrivel, sem graça. Não sou lá muito criativo e se tivesse que criar histórias com uma múmia, acho que desistiria rapidinho.
    Não acho múmia interessante pra uma hq… minha opinião.
    Por isso tem que apelar pra uma arqueóloga gostosa, com roupas mínimas, impróprias para o deserto.
    Porém, lendo teu texto dá até vontade de ler a hq hehehe

  2. Fábio
    29/09/2011 às 12:12

    A minisérie com a Elsa envolve vários monstros, ela é tipo uma Buffy.

  3. Fábio Ochôa
    06/10/2011 às 10:37

    Eles têm super força, super resistência e não precisam de coisinhas banais como comida, água e oxigênio.

    Não percam: As Múmias Colonizam a Lua.

  1. No trackbacks yet.

O que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: