Início > Entretenimento > Dissecamos – Os Vingadores

Dissecamos – Os Vingadores

Assistimos ao filme Os Vingadores (The Avengers) nesse domingo e vamos passar uma análise crítica a vocês, sob a ótica do Jacques e do Rafael. Esse é um post escrito em dupla e não tem o objetivo de fazer uma resenha do filme, apenas levantar alguns aspectos interessantes que achamos.

Figurino/Uniformes

Jacques: No geral ficaram muito bons, a armadura do Homem de Ferro ficou tão ou mais legal (e apelona pra caramba) do que nos seus filmes, o Gavião Arqueiro (com cara de Boris Casoy o filme inteiro) foi meio que xerocado da excelente hq Os Supremos, mas ficou (relativamente) verossímil, com sua recarga automática de flechas e mira laser.

O único uniforme que achei que destoou dos demais foi o do Capitão América, que usou uma versão antiga, se tivesse usado o mesmo do seu filme solo, teria ficado melhor.

Já o cabelo da Viúva Negra ficou uma coisa incomentável (conseguiu ficar pior do que os mullets do Loki); ela está realmente linda em Homem de Ferro 2, com um cabelo semelhante ao das mulheres criadas pelo Manara, mas aqui ficou mais repulsivo que Calipso remixado em versão funk.

Sorte a da Viúva que ela é interpretada pela Scarlett Johansson (que fica linda vestida até de Bozo), senão ficaria ruim de assistir.

Outra coisa que não ficou muito bem foi a Viúva Negra dar um pau nos Chitauris com extrema facilidade, tipo a Geena Davis em A Ilha da Garganta Cortada, onde ela tocava nos caras e eles voavam longe

Rafael: Eu gostei muito do figurino do filme, tanto dos heróis, quanto do pessoal da Enterprise. O uniforme do Thor, por exemplo, está muito melhor que o do seu próprio filme, gastaram uma graninha a mais e melhoraram sua armadura, que agora até parece de metal e não de espuma como as dos inimigos do Jaspion. O Homem-de-Ferro está ótimo, mas já estava em seus filmes solo. Porém, o melhor uniforme é o da Viúva Negra, que não precisa efeitos especiais.

Roteiro

Jacques: Achei bem amarrado e convincente, com as habituais, clichês e desnecessárias lutas entre os Vingadores, mas isso já faz parte da cartilha.

Num filme com tantos personagens de peso, não deve ter sido nada fácil criar um roteiro, que ficou extremamente divertido, capaz de cativar tanto fãs nerds quanto quem não sabe diferenciar Marvel de DC.

Ficou bem legal no filme terem se referido ao Cubo Cósmico como Tesseract (ou apenas Cubo), já que esse é o típico termo que funciona em hq mas não dá certo em filme.

O que me incomodou um pouco foi ver Toni Stark em modo Marcelo Adnet (com piadinhas ora engraçadas, ora não) o tempo inteiro, já que Tony Stark nos quadrinhos não é assim; ficou um pouco forçado, mas não necessariamente ruim.

Stark é atualmente o super-herói mais legal do cinema, já que conversar com o vilão do filme usando camiseta do Black Sabbath não é pra qualquer um, mesmo.

Rafael: O roteiro do filme é muito bom. Tem uma trama interessante, sem romance-quebra-clima-de-filme-de-ação. A história é muito bem bolada e tem uma ótima ligação. Não há erro de edição, fazendo a história ter coerência e continuidade. A participação de Loki é muito boa, dá uma boa dose de intriga. Esse personagem foi muito bem explorado, pois trabalha com a confusão mental, manipulação de ideias, ele fica cego com sua glória, enfim, é tudo que se espera de um inimigo, sem que ele seja um pateta com um plano infalível do Cebolinha.

Cenas de luta

Jacques: Praticamente perfeitas; você sabe que é efeito especial, mas não consegue diferenciar o que é CG de realidade; os aliens sobrevoando Nova Iorque e detonado geral ficaram muito bons.

Michael Bay e Zack Snider devem estar com as tripas retorcidas de inveja.

Rafael: Graças a Odin o diretor ou produtor não foi Michael Bay! As cenas de luta são fantásticas! As tomadas são estáticas e o plano é aberto, possibilitando distinguir quem bate em quem. Diferentemente dos Transformers, que voa pedaço de robô pra tudo que é lado e a gente nem sabe pra quem está torcendo, nos Vingadores tem luta, tiroteio, flechada, martelada, raio-laser, tijolaço, tudo na mais perfeita nitidez. O filme é bem dinâmico, as lutas são simples – não têm coreografia, como em Star Wars -, mas é muito divertido.

Coesão e Coerência

Jacques: Bem como o filme se passa no Universo Marvel, as pessoas estão acostumadas a verem Nova Iorque parecer um estádio de futebol onde o Corínthians perdeu a final da Libertadores, ou seja, um caos total.

Não percebi grandes incoerências (não é explicado como Thor voltou pra Terra, apenas Loki menciona que Odin deve ter gasto uma grande parcela de seu poder para fazer isso; nas hqs, Thor pode usar o Mjolnir para abrir portais transdimensionais, no cinema isso ficaria exagerado demais).

O filme consegue dar espaço a todos os Vingadores, mostrando erros e virtudes de todos eles.

A impressão que dá é que pegaram o Universo Ultimate como molde para esse filme, e não o Universo Marvel convencional.

Rafael: Há muito tento ver filme sem criticar incoerências. Às vezes consigo, às vezes não engulo algumas. Sei que é um filme de ficção, de super-herói, de tecnologia que não existe, mas em se tratando de matemática, ela deve ser respeitada, pois deve ser única e exata, não importa qual universo seja. Para mim o filme é excelente, coerente com os quadrinhos – não sou uma enciclopédia de HQ, longe disso, sei muito pouco. Porém, quando a armadura do Homem-de-Ferro carrega a 300% da capacidade máxima, Newton se revira no túmulo. Capacidade máxima é capacidade máxima, como o próprio nome diz. Não tem como encher um copo d’água com 3 vezes sua capacidade máxima, assim como não tem como carregar uma bateria com 300% de seu limite. No mínimo ela ia aquecer e vazar, ou mesmo explodir. Se fosse possível aquela carga, ele a carregaria sempre, não é lógico? Também não faz sentido o Homem-de-Ferro “cair” na cena estilo “Independence Day”. Cair em relação a quê?  Outra cena difícil de aguentar é o Stark consertando o capacete com uma Rotomatic após aguentar umas boas marteladas do Thor. Mas deixando o diabinho da matemática que paira sobre meu ombro esquerdo, o filme é o melhor filme de super-herói que eu já vi.

Parecer final

Jacques: Um excelente filme de super-heróis, contendo ação, bom humor, personagens carismáticos e, principalmente, SEM ROMANCEZINHO MEIA BOCA FORÇADO PARA ATRAIR O PÚBLICO FEMININO, PÔ (lição que Joss Whedon deve ter aprendido assistindo A Origem).

Se a DC tem apenas o Batman de Christopher Nolan (que vai se despedir da franquia este ano, junto com Cristian Bale) para rivalizar com eles, então a coisa tá meio feia.

Mas, até sair o filme da Liga da Justiça, lá por 2045, os caras já arrumaram alguém decente pra tocar o barco.

E os fãs do Quarteto Fantástico devem estar pensando “Mas porque é que os filmes deles não saíram assim, pô?”.

Pois é, mas pelo menos, o Quarteto vai ter reboot.

É a lição que fica desse filme: quer fazer filme de super-heróis, faz direito.

Rafael: Os Vingadores é um excelente filme. Superou todas minhas expectativas e não deixou nada a desejar. Fazia tempo que não via um bom filme de super-herói. Apesar das constantes piadinhas, febre nos filmes atuais, assim como no Twitter e Facebook, a história é bem montada. As piadinhas a que me refiro às vezes passam do limite. Não é só o Stark fazendo-as. O Thor faz, o Capitão América faz, assim como o Nick Fury, Loki, Hulk e até um controlador da base voadora da S.H.I.E.L.D. Algumas são totalmente desnecessárias, como o cara jogando um jogo de navezinha nessa base voadora da S.H.I.E.L.D. Acredito que as constantes piadinhas sejam o novo método de fazer o filme ser interessante para todo mundo. Pelo menos não há um romance de 45 minutos pra acabar com qualquer clima de ação, como no Episódio II de Star Wars. O filme é demais. Vale a pena ver!

Os Vingadores: Rafael e Jacques viram e gostaram do que viram

Anúncios
  1. Fábio
    30/04/2012 às 21:51

    Concordo com a maior parte do que foi dito pelos dignos colegas.

    Eu particularmente não tenho nada contra as piadinhas, a maioria das pessoas que eu conheço fazem várias ao longo do dia. Não é tão fora do padrão ter várias no filme, principalmete porque é uma característica do Stark do cinema fazer muito isso.

    Só a do agente da SHIELD jogando Atari passou dos limites.

  2. Jacques
    30/04/2012 às 23:53

    Ficou ótimo o post, Rafael, valeu.
    Esqueci de comentar que o uniforme do Capitão América foi o único que pareceu ficar antiquado e retrô perto dos demais, mas isso não chegou a atrapalhar.
    Tá pegando no pé da Física de um filme do Universo Marvel feito pela disney, Rafael?
    Deixa disso.
    Não faz sentido tu reclamar dos 300% que a armadura absorveu.
    Mesmo porque foram 400%…

  3. Ana Brys
    01/05/2012 às 12:35

    Acredito que quando o Rafael se refere a 300% que a armadura absorveu está correto, partindo do referencial que a armadura já tinha seu 100% de potência máxima o que calculando a soma chegamos nos 400%.

    Outra coisa, entendo que vocês são experts em hqs, mas o filme precisa render então precisa abranger o maior número de público possível. Eu também achei bem forçado o carinha da nave jogando, mas adorei o filme justamente pelas piadas.
    Não ficou uma coisa massante só de luta e luta e romance idiota.

    Abraço a todos.

    • 01/05/2012 às 13:20

      Valeu, Ana, por me ajudar. O Jax disse isso de chato que é.

      Concordo contigo e com o Fábio também que a gente passa o dia todo fazendo piadinha, então não deveríamos nos incomodar com piadinhas no filme. Só que sou mais chato que o Jax, então…

  4. 01/05/2012 às 22:19

    ei, que legal a dinâmica desse texto com a opinião de vocês dois! assisti o filme também. achei bem bacana, acho que já me adaptei ao ritmo de piadas dos filmes da marvel. fiquei feliz de ver que o Hulk se destacou nas suas cenas, e acho que talvez seja o filme de super-heróis com mais cara de gibi mesmo. Cheguei a ficar preocupado pela escolha do joss whedon na direção, mas ele se saiu muito bem, e o filme é um acerto da marvel!

    abração!

    • 02/05/2012 às 09:03

      Valeu Vinícius. Eu e o Jacques combinamos apenas os tópicos. Interessante que alguns argumentos foram sustentados pelos dois, como o fato de não ter romance.
      Também goste muito da participação do Hulk, que foi muito bem explorado e teve cenas bem importantes.
      Todos os personagens acabaram sendo peças fundamentais. Sem qualquer um deles, o grupo fracassaria.
      Joss Whedon foi excelente!
      Abraço!

  5. 02/05/2012 às 12:53

    Bom post. Gostei da forma como vocês fizeram a crítica, dividindo em temas, etc. Sobre o filme, tudo já foi dito. Achei que não iria gostar das cenas de lutas entre eles, mas foram contextualizadas, na medida do possível. Apesar de existirem lutas entre heróis na minha época de leitor de hq mensal, eram mais raras e normalmente eles se uniam para enfrentar vilões com planos mirabolantes e em sentido. Vamos dizer que o filme captou esse aspecto nostálgico, com muito humor e ação bem amarrada com o roteiro.

    • 02/05/2012 às 13:35

      Valeu Marco. Também sou do tempo que não havia lutas colossais nas HQs, no máximo uma troca de socos e lasers. Mas isso não colaria pro filme hehehe.

  6. 02/05/2012 às 12:54

    PS: Cês não gostam de romance? heheh

  7. Jason
    03/05/2012 às 08:34

    Na ultima foto.. quem é o Rafael e quem é o Jaques?

    • 03/05/2012 às 22:13

      Eu não poderia ser o Thor, pois não me seria permitido erguer aquele martelo nunca.

  8. Pelife
    03/05/2012 às 15:07

    Hahaha boa resenha

  9. Grahall
    03/05/2012 às 22:00

    Eae pessoal. Eu como Marvenauta curto muito o filme. Agora vamos aos tópicos:

    Figurino: Confesso que não dei muita bola para isso, o unico que eu tava com receio de ver era o Cap America e acabei curtindo o uniforme, mais leve para as cenas de ação e tipicamente americano.

    Roteiro: Em um filme com tanta gente assim, podemos dizer que ficou perfeito. Claro que existem algumas coisas que ficam meio suspeitas, mas convenhamos, fazer um filme de um GRUPO de Herois em um unico filme com 132 minutos…foi muito bom.

    Coesão e Coerência: Achei que o Fury ficou meio apagadão demais, mas mesmo assim ele é phoda..heheh. E sobre a Armadura do HF ter se carregado a 300% do limite.
    Quando isso ocorre a energia sobressalente fica armazenada no Tony é por isso que ele geralmente desmaia depois que algo do genero acontece (^^)b.

    Caso queiram saber mais alguns detalhes sobre o filme, leiam aqui: http://wp.me/p1Swzs-2ig

    Rafael e Jacques: Curti pacas o Blog de vcs. Abração.

    • 03/05/2012 às 22:09

      Valeu Grahall! Quem sabe a gente não faz um “dissecamos” contigo num próximo filme. Concordo contigo, o filme foi ótimo!
      Boa teoria essa tua do armazenamento de carga extra do HF hehehe.

      Entrem no blog dele. Tem imagens e um texto bem legal lá sobre os Vingadores.

      • Grahall
        03/05/2012 às 22:29

        To sempre na area, qualquer manda um aviso que podemos fazer um “Dissecando”, filme que não falta: Batman e Spider Man.
        Abraçao.
        Vou add o link do teu blog aqui…\o/

        • 03/05/2012 às 22:36

          Combinado então. Próximo filme assim a gente entra em contato e disseca em trio!
          Vou por um link do teu blog aqui também. Abraço!

  10. Isa
    04/05/2012 às 09:14

    Rafael,
    valeu pelo seu comentário no meu blog! hahah sei que meu ponto de vista em relação aos super-heróis é meio diferente mas eu sou viciada mesmo assim. Muito divertido seu post.. mas sabe que eu senti um pouco de falta de um romacezinho?? Sei lá.. de repente se o Iron Man pegasse a Viúva Negra.. enfimmm!!
    Beijoooooo

    • 04/05/2012 às 10:42

      Valeu Isa! São visões bem diferentes mesmo! Hehe. Não sei se a Viúva Negra aguentaria mais de meia hora dialogando com o Iron Man e suas piadinhas, mas enfim, podia ter tentado. Volte sempre! Beijo!

  11. M.Lady
    20/05/2012 às 20:42

    Amei o filme, muito bom, principalmente o hulk e o Loki.

  1. 13/05/2012 às 14:13
  2. 17/07/2012 às 08:23
  3. 16/10/2012 às 22:59

O que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: