Início > Entretenimento > Os dois lados da moeda

Os dois lados da moeda

Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge: Cena excluída

– Então, Batman, nos encontramos de novo!

– Que mané de novo, Bane? Eu nunca te vi mais gordo e… Nem mais careca… Vocês vilões e suas frases feitas. Que coisa mais século 20.

– Wayne, nem tente usar suas técnicas psicológicas aprendidas na Liga das Sombras para me confundir e fazer com que eu conte meu plano perfeito.

– Do que é que… E devagar com a boca, Bane, foi muito duro criar uma identidade secreta e você fica aí fazendo pouco caso dela? Fala a verdade, todo esse rebuliço que você criou é por causa da minha armadura, que é muito mais estilosa do que essa focinheira de refugo de pet shop que você usa. Fale a verdade, homem!

– A verdade, Nêmesis, é que não é preciso ser brilhante para deduzir que o único playboy milionário gênio filantropo de Gotham com dinheiro suficiente para construir um bat-removedor de manchas solares é você, Bruce Wayne!

– Só pra variar, o cara mau da história tem uma visão equivocada de tudo. Me eu verdadeiro é o Batman, Bruce Wayne é que é a identidade falsa. Mas eu não irei permitir que você conte isso a ninguém, já que lhe darei uma surra tão grande que terá sorte se conseguir entender alguma piada de um filme do Rob Schneider.

– Pois que lutemos então, Wayne! E lhe deixarei em pedaços, como Gotham está agora! E QUANDO GOTHAM ESTIVER REDUZIDA A CINZAS, SÓ ENTÃO…

– Olha, meu caro refugo de filme do Jason Statham, detesto interromper, mas isso aqui no chão não é confete não, sabia? O lugar JÁ ESTÁ cheio de cinzas! Você não é muito observador, sabia?

– VOCÊ ME INTERROMPEU EM MEU MOMENTO DE TRIUNFO, QUANDO EU IA PRONUNCIAR MINHA FRASE DA VITÓRIA! SEU CASTIGO SERÁ…

– Você gritando no meu ouvido? Não precisa fazer isso não sabia? Podemos conversar como pessoas civilizadas… Que… Deixa pra lá.

– A civilidade é uma doença, e eu sou a cura!

– Você… Roubou essa frase do Stallone Cobra? Além de roubar a paz das pessoas, ainda apronta mais essa? E na cara dura, digo, máscara dura? Agora mesmo é que vai apanhar mais do que político fundamentalista em debate! E impedir pessoas como você faz parte do meu Lema Sagrado de Honra, Justiça, Verdade e Lealdade!

– Ah, então você segue um… Espere um pouco… Esse é o Código de Thundera! Você roubou isso dos Thundercats! Seu capitalista maldito profanador de…

– Um momentinho aí, Bane, eu não roubei, eu apenas… Adaptei e o reformatei para meu próprio usufruto. E a culpa disso é sua!

– MINHA, WAYNE?

– Sim! Sua, sim! Sua e dos demais malucos de plantão que planejam detonar a cidade semana sim e outra também! Por causa disso eu nunca tive tempo de criar meu próprio lema. Eu mal chego em casa e já aparece o bat-sinal me chamando. “O Comissário Gordon perdeu a escova de dente! LIGUEM O BAT-SINAL!”, “O prefeito não consegue regular o seletor de canais da tv! LIGUEM O BAT-SINAL!” Isso é de enlouquecer, sabia? Ah, deixa pra lá, eu estou discutindo com um sujeito que quer ajudar as pessoas destruindo a cidade delas e usa uma tampa de radiador como adereço facial. Por falar nisso, como você faz pra espirrar, hein?

– Bem, eu… NÃO É DA SUA CONTA! EU VOU…

– Vai é me explicar porque se julga o meu Nêmesis! Todo mundo sabe que meu oposto ideológico é o Coringa, que e mais louco que o Pica Pau de Polainas sofrendo de overdose de Fanta Uva morna. Você é só um carinha que deve ter sido chutado da Liga das Sombras por causa do mau hálito, daí a focinheira de pit bull. Nossa, como eu sou bom! Eu vivo surpreendendo a mim mesmo…

– JÁ CHEGA! RAAARRRGGGHHHHHH!

Bane avança sobre Batman com a sutileza de um David Letterman contando spoiler de filme. 12 segundos depois:

– Uuugghhhhh…

– Não sabia que o mocinho sempre vence? Principalmente se ele for o Batman?

– Uugh…

– O quê? Não ouvi! Deixa eu tirar essa coisa pra você poder falar melhor…

– HASDHRGRRSSHESRS!!!

-Tá bom, tá bom, eu deixo você com ela! Que fixação doentia. Eu hein? Agora com licença que eu tenho de dar uma surra nos seus comparsas e usar os recursos da Wayne Enterprises para reconstruir a cidade que você detonou. Ah, sim, eu acho que vou criar minha própria Liga, para dar uma surra na sua. Acho que ela irá se chamar… Liga da Justiça do Batman! Não, muito longo, melhor só Liga do Batman. Até mais, doido.

Anúncios
  1. 24/07/2012 às 12:59

    – Wayne, vou acabar com você e dominar Gotham City!
    – Cale-se, Bane! Volte para sua ilhota no Caribe e deixe-nos em paz.
    – NÃO FALE DO MEU PASSADO!
    – Se você quiser eu compro uma ilha para você governar. Ligue para Lucius Fox, ele cuidará isso. Agora, com licença, eu tenho que capturar uns doidos que fugiram do Arkham pela 436.a vez este ano.
    – NÃO FAÇA POUCO DE MIM, WAYNE! EU VIM PARA TOMAR GOTHAM CITY DE VOCÊ!
    – E como pretende fazer isso, Bane? E pare de me chamar de “Wayne”: eu sou Batman, digo, O Batman!
    – COMO? COMO? VENEEEEEENOOOOOO!
    – Ui! Veneno? Hera Venenosa, é? Venenosa…êêêê
    – GRRRRRRRR!!! RAAAAAARGHHHHH!
    – Socorro! Robin! Asa Noturna! Azrael! Mulher Gato! Alfred! Papai, mamãe! Socorro!
    – VOU QUEBRAR VOCÊ, WAYNE!!!
    – Não vai adiantar, Bane! Logo encontrarei uma médica com poderes incríveis e fará com que eu ande novamente e treinarei com Lady Shiva! Eu tenho jeito, Bane, mas você…com essa cara, nem o Pitangy!
    – NÃÃÃÃÃÃOOOOOO!!! ISSO É BULLYING! VOU TE DENUNCIAR! CHEGA! EU NÃO AGUENTO MAIS OUVIR AS PESSOAS FALANDO DA MINHA CARA!
    – Eu li a sua ficha no Arkham, Bane! Seu sonho era ser cantor de bolero ou ter um grupo de salsa! A Fundação Wayne pode te ajudar.
    – Mesmo, Wayne? Pode me ajudar com este sonho?
    – Claro, Bane. Agora, largue-me, por favor. Tive um problema na coluna recentemente e não quero ouvir as broncas de Alfred.

    =====

    Jacques, parece que teve essa cena aí excluída…ou revista, não sei. De qualquer forma tá ótima a sua cena! Mais doido que o Pica Pau de polainas sofrendo overdose de Fanta Uva morna só mesmo… se ele resolvesse traçar um prato de Miojo Galinha Caipira guardado na geladeira! 😀

    Abraço!

    • 24/07/2012 às 16:59

      Muito bom, Jaime, dá pra ver que tu leu a saga A Queda do Morcego, onde o Bane surgiu, quebrou o Batman em dois e depois levou uma surra do Azrael.
      E como diz uma amigo meu, o Arkham deve possuir uma porta giratória pro pessoal fugir de lá tantas vezes.
      E nesta versão do “Nolanverso”, Bane não usa o Veneno, a máscara é usada para administrar uma espécie de remédio para os nervos (o que não impede que ninguém deixe de tirar sarro dela).
      Essa versão do Batman conseguiu mostrar que o Morcego pode ficar sério nas telas, depois dos filmes fracos da década de 90, e vai deixar saudades.
      Valeu, Jaime, um braço pra ti também.

  2. 24/07/2012 às 13:44

    “Pica Pau de Polainas sofrendo de overdose de Fanta Uva morna”…KKKKKKKKKKKKKKK
    Só você mesmo…
    Fato: nada se cria, tudo se copia… filmes de ação sempre tem pontos em comum… Muito bom!

    • 24/07/2012 às 14:07

      Valeu, Marina.
      O que é interessante sobre estes dois é que cada um deles tem sua loucura, só que Batman consegue controlar a sua.
      Abraço.

      • 29/07/2012 às 20:50

        hahaha, cada um com a sua própria megalomania!

        • 29/07/2012 às 23:30

          É como dizem, Vinícius, a loucura dos outros é absurda, mas a nossa é pitoresca.
          Abraço.

  1. No trackbacks yet.

O que você achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: