Arquivo

Arquivo do Autor

8in8

Uma coisa miúda. Uma música no google+. Me fez ficar triste e satisfeito, ao mesmo tempo. Me contou uma mentira bem-vinda, ou uma verdade incompleta. Apesar de não ser uma música pra mim, me fez sentir bastante. Coisa estranha, essa tal de música.

Mas deixando as divagações de lado – coisa difícil pra mim…

O fato é que resolvi descobrir quem tinha feito a tal música. Foi bem fácil achar. Um grupo chamado 8in8. Nunca tinha ouvido falar. Fui pesquisar, e descobri que a Amanda Palmer cantava no grupo. Amanda Palmer do Dresden Dolls. Esposa de um sujeito chamado Neil Gaiman, conhecem?

Pois é, e esse cara também é um dos integrantes do 8in8.

Mas o que realmente me impressionou foi a história da banda.

Em 25 de abril de 2011, Ben Folds, Damian Kulash, Amanda Palmer e Neil Gaiman se trancaram em um estúdio com a singela idéia de produzir 8 músicas em 8 horas. Compor, tocar, cantar e mixar um álbum em 8 horas!

As confabulações dos quatro foi divulgada via webcam e eles pediam ajuda e opinião sobre as músicas em tempo real. No fim de pouco mais de 8 horas, eles saíram do estúdio com um álbum chamado Nighty Night, composto por seis faixas absolutamente maravilhosas – uma delas cantada pelo Neil Gaiman, que ao meu ver se saiu muitíssimo bem nessa nova empreitada!

O álbum foi lançado oficialmente no dia seguinte (26 de abril), tem pouco mais de 18 minutos de duração e pode ser ouvido no site da Amanda Palmer, ou donaldeado por 1 dolar (ou mais). O dinheiro levantado com a venda do álbum vai ser direcionado para um programa de inspiração de crianças nos EUA.

Vao lá conferir isso, nerds de plantão! E aproveitem pra catar alguma coisa de Dresden Dolls, a banda da amanda Palmer!

E não, eu não sei colocar tarjas descritivas nas imagens.

O Final de Caverna do Dragão

Por: Domênico

Esses dias o Fábio me enviou a quadrinização do último episódio do Caverna do Dragão. Esse episódio nunca foi produzido, mas muitos fãs da série já conheciam o roteiro uma vez que Michael Reaves disponibilizou o dito cujo, e ele vem rodando na net desde então.

Reaves finalizou o Script de Requiem em maio de 1985. Para sua surpresa (e a de todos), a série foi encerrada bruscamente e este roteiro acabou nunca saindo do papel. Gary Gyrax explica o fato: “Em 85, a equipe do desenho se reuniu com os executivos da Marvel e da CBS e foi decidido que a série continuaria na temporada seguinte. Os seis garotos – mais velhos e experientes – seriam chamados de volta ao mundo da Caverna do Dragão pelo Mestre dos Magos. Três scripts do desenho foram feitos e eu até aprovei um deles. Mas algumas dificuldades surgiram. A D&D Corp. fechou e a CBS junto com a Marvel decidiu não continuar mais com o desenho. A nova série acabou cancelada antes mesmo de ser produzida”.

Mas, apesar desse roteiro de Reeves ser considerado pela maioria dos fãs como o final oficial da série, isso não impediu que algumas versões alternativas tenham sido criadas.

Dentre estas versões – incluindo algumas bobagens com sugestões de que o Mestre dos Magos seria o Diabo e os heróis estariam noa verdade no inferno – uma delas, MUITO alternativa, foi animada por um fã brasileiro. Deixo com vocês, então, esse final alternativíssimo de uma das séries animadas mais adoradas pelos fãs de RPG do Brasil!

Thundercats

Unicórnio avistado no Canada

Por Domênico

Não é todo dia que um centro de pesquisas ligado ao governo – nesse caso, o governo do Canadá – cria uma linha para que o público possa ligar caso tenha um encontro com um unicórnio!

Tudo começou quando o senhor Hickey-Jones enviou um vídeo para o isntituto depois de captturar em vídeo um cavalo com o que parece ser um chifre branco na testa, enquanto tentava filmar um tipo de pica-pau da região.

Leia mais…

El Cristiano

Cinco filmes de Terror

Por Domênico

Eu gosto de cinema, mas não sou exatamente um expectador atualizado. Desde o fechamento do último cinema da cidade de Pelotas – não, aquelas salinhas do cinema arco-iris não são um cinema; Elas são salas de cinema, muito mequetrefes, alias. os pouqíssimos filmes que assití lá simplesmente eram imprecindíveis na minha vida, e me senti lesado, ainda assim, por ser tratado como gado debilóide e não como uma pessoa que vai ao cinema.

Leia mais…

Categorias:Entretenimento Tags:,