Arquivo

Posts Tagged ‘Mulher Maravilha’

Os diferentes tipos de lares de super-heróis

lares

Leia mais…

Anúncios

Reboot em uniformes por Aaron Diaz (1)

30/11/2011 5 comentários

Aaron Diaz é desenhista da webcomic Dresden Codak e fez uma brincadeira com os uniformes de alguns super-heróis no em seu tumblr que dão muito mais significado aos personagens. No site ele ainda explica as mudanças que fez e no que se baseou. Aqui vão algumas delas:

Leia mais…

DC 2000 – A revista uma década à frente!

17/11/2011 5 comentários

Era dessa forma que o gibi em formatinho da Editora Abril DC 2000 (uma homenagem à revista inglesa 2000 A. D) se apresentava, pois, desta maneira pouco sutil, ficava subentendido que a revista mostraria ao leitor a vanguarda da hq.

E foi o que, de certa forma, aconteceu.

O ano era 1990, a inflação comia nosso dinheiro mais rápido do que conseguíamos gastá-lo, os humoristas da tv ainda tinham graça, a ideia que ainda se tinha de hq de super-herói era de que as histórias só seriam boas se tivesse muita pancadaria gratuita, o selo Vertigo ainda nem sonhava em algum dia vir a existir e Watchmen só era conhecida por quem lia gibi MESMO.

Leia mais…

Mulher Maravilha – A heroína guerreira

05/11/2010 6 comentários

Por Jacques

Criada pelo psicólogo William Moulton Marston e desenhada pela primeira vez em 1941 (em plena Segunda Guerra Mundial, quando super-heróis foram criados às baciadas e a DC Comics ainda se chamava National Periodics) por H. G. Peter, a Mulher Maravilha tornou-se um destes personagens símbolo de gibi de super-heróis, o que não a torna menos carismática ou interessante de se ler.

Sendo um dos membros fundadores da Liga da Justiça (na cronologia antiga), a princesa Diana alcançou um status comparável ao de personagens como Super-Homem e Batman (formando com eles o que passou a se chamar de “Trindade”, ou seja, uma espécie de alicerce para o UDC), seguindo um código moral que este último chama de “paradoxo”, ou seja, fazer a guerra para se conseguir a paz.

Leia mais…

A Marvel divã (e a DC também)

30/05/2010 1 comentário

Por Rafael

Assiti a uma palestra do psiquiatra Nei Guimarães Machado na Sociedade Sigmund Freud, aqui em Pelotas, sobre os heróis dos quadrinhos à luz da psicopatologia.

Fã dos quadrinhos que surgiram nos anos 40, Nei Machado mencionou uma dezena de figuras heroicas, passando pelas biografias deles, suas façanhas, inimigos e traços patológicos ou do desenvolvimento psíquico. Observou que os traumas de infância são decisivos na aparição de certos “heroísmos”, as vinganças e até de patologias mentais.

Leia mais…

Arredondado mundo humano

Por Jacques

Arquétipos são formas padrões básicas gravadas em nosso inconsciente que nos auxiliam a interpretar o mundo à nossa volta, sobreviver nele e, se possível, deixar descendentes.

Temos predileção por formas arredondadas, o que se reflete tanto em nossa relação com o mundo material quanto no que diz respeito aos demais seres vivos.

Leia mais…